5 coisas que Avatar pode te ensinar sobre desenvolvimento de produtos

Análise bem simples, sem grandes novidades, acho inclusive que serve mais para consolidar a visão de que é de coisas simples que se constroem grandes idéias e visões.

Tomando o fenômeno recente de Avatar como caso de análise, extraiu-se dele lições de como desenvolver e vender bons produtos (mesmo que não sejam filmes de bilhões de dólares).

1. Tecnologia faz diferença
James Cameron escreveu Avatar em 1994, mas ele esperou até 2005 para voltar a tocar o projeto porque a tecnologia necessária ainda não existia. Saiba do que sua idéia precisa para sair do papel. Se ela ainda não funcionar bem, coloque-a de lado por um tempo e trabalhe em outra coisa.

2. Ame seu produto
O filme finalmente saiu depois de 15 anos da idéia inicial. Cameron não simplesmente esqueceu do projeto, ele esperou pelo momento e fez acontecer.

3. Tenha entusiastas, não apenas uma platéia (usuários)
Avatar foi tão bem sucedido por você não simplesmente pensa “bom filme” e vai dormir. Você fica com vontade de contar para todo mundo sobre o filme. Após assistir esse filme as pessoas imediatamente começavam a contar sobre ele para família e amigos.

4. Um pouco de polêmica é algo bom
Avatar é uma crítica sobre a guerra do Iraque e sobre como destruímos o meio-ambiente. É uma crítica aos militares, uma apologia ao politeísmo e trata sobre racismo. Ou então não tem nenhuma dessas coisas, mas te fez falar sobre isso, não fez?

5. Faça seu produto ser fantástico
Avatar é uma obra de arte do cinema. É fantástico! Não se satisfaça com menos que isso no seu produto. Se o seu produto for a coisa mais linda que eu já se viu, não apenas irão usá-lo como também o indicarão para todo mundo .

Comentários

Postagens mais visitadas