Índice Big Mac

Saiu nesta semana que passou, mais um capítulo da série “Índice Big Mac”. Para quem ainda acha que o Real (R$) pode não estar tão sobre-valorizado assim, este índice é mais uma prova, e que talvez ajude muitas gente a entender.

Para quem já sabia, um minuto de paciência, vou explicar mesmo assim… O Big Mac é tido como uma referência mundial de valor, pois apesar de ter um padrão global, é um produto que se supre localmente para ser produzido, desta forma seu preço final acaba refletindo os preços e o poder de compra local.

Como a "prática” diz que nos países emergentes o lanche deveria custar menos que nos EUA (desenvolvido), sob esta ótica estaríamos com nossa moeda aproximadamente 30% acima do seu “real” valor. Veja na tabela ao lado, o valor dos EUA como “marco zero” (preço lá USD 3,73) e as variações acima e abaixo de cada país.

Notem que além do real apreciado, vemos a moeda chinesa ainda bastante depreciada e a argentina então nem se fala.

Podemos começar a pensar em importar Big Macs da Argentina ou da China. Incrível, não ?!?!? Foi assim que tudo começou para a China, por isto não duvide de nada. Eles são capazes de qualquer coisa…

Veja aqui o comentário no Estadão (link), dando conta do que eu comentei acima.

E aqui (link) a pesquisa original, em inglês, do The Economist. A tabela final eu reproduzo abaixo :

Comentários

Postagens mais visitadas