Pesquisar neste blog

terça-feira, 31 de agosto de 2010

O que é Diplomacia ?

Chanceler e DiplomataDiplomacia é a atividade exercida pelos Diplomatas. Em agosto, mês que acaba hoje, o assunto esteve em pauta em várias notícias diferentes, por isto decidi postar sobre o tema.

Primeiro um pouco de “definições” … Diplomatas, além de modelo de Opalão de décadas passadas, são pessoas hábeis, multiculturais, negociadores, focados, caçadores de acordos e geradores de resultados. São pessoas que produzem atos diplomáticos.

Diplomáticos, além de marca de charuto cubano, é o adjetivo que qualifica as pessoas e as ações do mundo da diplomacia e dos diplomatas.

O Chanceler - cujo nome tem origem francesa e referia-se ao oficial da corte cuja função era cuidar da chancela (o selo real) que atestava serem verdadeiros os documentos assinados pelo rei - é o chefe do Embaixador, mas ambos podem ser considerados diplomatas.

Tudo isto vem de muito tempo atrás, do diploma,  que nada mais era do que um documento dobrado em dois. Esse papel certificava os atos reais na Europa e seu guardião, o diplomata, tinha grande importância na corte, por oficializar as decisões do monarca. A partir daí eles começaram a negociar em nome do rei , e criaram a ciência da diplomacia.

Definição na Wikipédia : A diplomacia é a arte e a prática de conduzir as relações exteriores ou os negócios estrangeiros de um determinado Estado ou outro sujeito de direito internacional. Geralmente, é empreendida por intermédio de diplomatas de carreira e envolve assuntos de guerra e paz, comércio exterior, promoção cultural, coordenação em organizações internacionais e outros.

Exemplificando :

  • Diplomacia da “melancia amarrada no pescoço” :
    • Brasil decide apoiar o Irã, e propõe acordo para que o Irã continue podendo enriquecer urânio. Contraria a ONU, os EUA e muita gente de bom senso pelo mundo afora, mas consegue aparecer bastante na mídia.
  • Diplomacia da “compensação pobre e sem nexo” :
    • Brasil oferece asilo a iraniana que foi condenada a apedrejamento. Talvez tenham feito isto, mesmo sabendo que a carta não seria nem lida, provavelmente para compensar a postura com os presos políticos cubanos, quando um deles veio a morrer em greve de fome, enquanto nossa diplomacia os comparava a presidiários comuns.
  • Diplomacia do “manda quem pode e obedece quem tem juízo” :
    • Lula assina carta lotada de sanções escrita pela ONU, contra o Irã.
  • Diplomacia do “sem efeito prático” :
    • Brasil convida o Presidente do Paraguai para tratar da saúde em São Paulo, e ele aceita.
  • Diplomacia do “sem noção da coisa pública” :
    • Brasil manda avião presidencial, que não foi produzido pela Embraer, buscar o Presidente do Paraguai para tratamento médico em São Paulo, e ele aceita de novo.
  • Diplomacia do “infelizmente eu falei o que eu penso” :
    • Governador do RJ e Presidente, brigam com o menino que queria jogar tênis, e dizem que o esporte é de burguês. E mandam o “moleque” ir estudar, pois nadar não dá porque a piscina é fechada.
  • Diplomacia do “vai saber quem está certo” :
    • Médico que operou Kaká acusa seleção de quase acabar com a carreira dele, enquanto o médico da seleção o acusa de marketeiro e oportunista. Kaká por sua vez disse que fez infiltração para jogar porque a dor era demais, desde o primeiro dia.

Enfim, diplomaticamente o mundo segue caminhando, e nós, negociando o tempo todo, nem sempre tão bem quanto pensamos…

Nenhum comentário: