Pesquisar neste blog

sábado, 23 de abril de 2011

ONU, OTAN e Líbia

Este assunto já teve repercussão no blog (veja aqui). Os ataques não param e a solução do problema parece distante, parece-me que chegamos àquela fase em que o problema original já está ficando no esquecimento. ONU e OTAN do alto de sua representatividade, supostamente multilateral, democrática e pacificadora, não pode admitir que esta situação siga desta forma (veja aqui), sem evolução aparente…

A ausência de um comando que seja reconhecido como tal, faz com que Rússia e Grécia assumam uma tentativa de negociar um cessar fogo – veja aqui e aqui.

Nenhum comentário: