Pesquisar neste blog

domingo, 8 de maio de 2011

O que é enfim o estresse?

A semana vai começar, e com ela as reclamações de que o ‘stress’ a que estamos nos submetendo está além dos limites.

Saber lidar com o ‘stress’ é importante, ter informação e sabedoria para usá-la bem é uma das chaves para evitar o ‘inevitável’ stress.

Por : Tomás Manzano

São tantas as definições para o estresse que as vezes fica difícil saber realmente o que ele é. A definição geralmente mais aceita é a do Dr. Hans Seyle, que foi o primeiro a utilizar o termo “stress” (ele emprestou a palavra da engenharia, onde stress refere-se ao desgaste de materiais submetidos a pressão excessiva). O dr. Seyle foi o primeiro na pesquisa do estresse nos idos de 1930, e é bem interessante como ele tropeçou no assunto, literalmente!

Seyle estava pesquisando o sistema endócrino dos ratos, mas, por ser um tanto desajeitado, quando tentava injetar hormônios nos animais, muitas vezes eles escapavam de suas mãos, o que o obrigava a sair no encalço dos ratinhos pela sala com uma vassoura, para colocá-los de volta nas suas gaiolas. Após meses passando por isso, Seyle verificou que os pobres ratos haviam desenvolvido úlceras pépticas, glândulas supra-renais demasiadamente inchadas e sistemas imunológicos combalidos.

Ele havia “estressado” seus próprios ratos!

E assim ele desenvolveu a definição clássica do estresse: “É a resposta do corpo a qualquer demanda, quando forçado a adaptar-se à mudança”.

2 comentários:

K Melo Tetilla disse...

Gostaria de saber se quando durmo e sonho com situações estressantes posso acordar estressado. Nos estressamos nos sonhos ?

Dalbi disse...

Eu entendo que sim, pois o stress é um fenômeno antes de mais nada "químico", mas vou mandar a pergunta ao 'especialista' no tema, Tomás.