Pesquisar neste blog

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Fóbicos e Filicos…

Não acho que o termo fílico se aplique exatamente para isto, mas não encontrei nenhum antônimo melhor para fóbico.

Baixada um pouco a poeira, estou na corrente dos que propõe uma ‘redução’ das fobias. A tentativa exacerbada em demonstrar que não somos preconceituosos, discriminadores e opressores, pode nos transformar em defensores sem causa, soldados de uma guerra que não é de cada indivíduo, ou em última instância, em discriminadores.

Respeitemos cada qual como indivíduo, e ponto. Até para que tenham respeito como indivíduos, não precisam de defensores em cada esquina, e na minha opinião, muito menos de leis. A base desta ‘discussão’ talvez esteja em uma diferença simples, cultural, porém simples, entre as culturas ocidentais e orientais. Aqui nos organizamos em torno dos direitos, direitos de grupos, minorias, trabalhadores, e por aí vai, enquanto lá, esta mesma corrente é em torno dos deveres. É muito simplista querer entender apenas por este caminho, mas ‘dever’ vem antes de ‘direito’, até no disionário…

Buscar o direito é tentar fazer as coisas olhando para o próprio umbigo, com seu quê de egoísmo. Buscar o dever, ao contrário, é buscar resolver o mesmo problema sob uma ótica do grupo e de sua inserção nele…

Quando me deparei com este conceito me pareceu fazer todo sentido, menos direitos e mais deveres nos fariam muito, muitíssimo bem.

Nenhum comentário: