Pesquisar neste blog

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

The retirement …

Ele criou a computação pessoal como conhecemos hoje. Ele criou o cinema como conhecemos hoje. Ele multiplicou o valor da Apple por 100 em 13 anos. Ele mudou a forma como lidamos com a informação e o entretenimento.

Ele sucumbiu a sua saúde e se retirou ontem do ‘comando’ da Apple. Diz que continuará como presidente do conselho, mas sabemos que de fato está se afastando.

Diferentemente do que ocorreu com a Microsfot, quando Bill Gates tomou decisão semelhante, seu afastamento muda o DNA inovador da Apple. Seu real papel sempre foi limítrofe entre criador e aplicador de tecnologias, o fato é que como poucos, ele soube como usar a tecnologia do homem, a serviço do homem, da informação, da diversão, do prazer e do status.

O futuro a Deus pertence, a saúde de Jobs também… e ele certamente saberá o que fazer. O fato é que a relação humana com a tecnologia nunca mais será a mesma, para sempre restará um ‘e se’, como ocorre com todo ‘Mito’ que abandona a vida, o esporte, a música… O que vimos ontem foi o ‘retirement’ de um mito.

Jobs renuncia a presidência da Apple

Nenhum comentário: