Pesquisar neste blog

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Ajeitando a barreira…

No país do futebol, terra onde 999 entre cada 1000 meninos querem ser atacantes, e ninguém quer ser goleiro ou zagueiro.

Isto faz parte de uma vocação festiva e ofensiva, culturalmente irraigada em nosso jeito de ser. Acontece que de vez em quando, este eixo se altera, esta semana que passou, por exemplo,  abdicamos de nossa vocação ofensiva, e nos voltamos ao defensivismo que tanto irrita os papos de boteco, quando o assunto é futebol. Esta semana debatemos com bastante ênfase a ‘barreira’. Perguntamos se ela deve mesmo existir, que distância ela deveria ficar da bola, que tamanho ela deveria ter, pois se grande demais, poderia nos levar a ter péssimos goleiros, e por aí foi. Qual a conclusão ? Provavelmente nenhuma, mas o fato é que a barreira se ergueu, protegendo da competição dos atacantes os, meio fora de forma, goleiros de plantão.

Veja você mesmo - Decreto presidencial regulamenta aumento do IPI para carro importado

Nenhum comentário: