Pesquisar neste blog

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Nossos juros não são mais os mais altos do mundo…

Ontem o Copom decidiu cortar mais uma vez nossa taxa básica de juros, fazendo que não sejamos mais os donos das maiores taxas de juros efetivas do mundo, este título passa a ser da Russia. O que, apesar de não ser pouco, está longe de significar tanto assim, pois nossas taxas ainda são muito altas, culpa ainda de nossas contas públicas que raramente fecham.

Em fase de atacar spreads bancários na 'canetada’ não deixa de ser mais um movimento para fazer o dinheiro mais barato por aqui, bom seria se fosse acompanhado de um pouco mais de austeridade com a ‘coisa’ pública.

Nenhum comentário: