Pesquisar neste blog

terça-feira, 15 de maio de 2012

Os números explicam tudo

Depois de tanto tempo em silência, pelo que peço desculpas aos leitores, mas acreditem que as justificativas são nobres. Pensei em o que trazer depois de longo período de silêncio. Para responder a esta questão recorri a minha paixão, os números, vamos a eles :

  • Alemanha cresce 0,5% no 1o trimestre – Pouco, mas suficiente para mostrar que crise não há crise que resista a austeridade e ordem;
  • Grécia encolhe 0,62% no mesmo 1o trimestre – Mostrando que não a ajuda que baste quando não se tem austeridade e ordem;
  • No Brasil, dólar chega a quase R$ 2 e Bovespa desaba 3,21% – Provando que imune a tsunami são somente os moradores do deserto do Saara;
  • JP Morgan demite Diretora que apostou e perde US$ 2 bi – Mostrando que uma regulamentação neste mercado já está pelo menos 5 anos atrasada
  • Procon alerta consumidores para a queda dos juros, que apesar de 75% de redução, mas podem não ser tão baixo ainda – O que prova que consumo responsável não depende do valor dos juros.

Além disto temos o silência de Cachoeira e a seca no nordeste, enquanto os juros bancários caem.

Um comentário:

MY disse...

O governo Brasileiro estava na contra mão de qualquer economia, juros altíssimos e mesmo que reduzidos por "extrema necessidade", ainda não gerou reflexo economico positivo, não por enquanto... mas, e a carga tributária essa não há de mudar? Uma coisa é verdade, "não somos a primazia enomômica do mundo", ainda temos muito mas, muito para aprendermos...e de onde tirar a receita do bolo?