Pesquisar neste blog

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Rio+20, e só. Nada mais…

Vem aí a Rio+20 e eu gostaria de saber : o que você espera da conferência ? Eu não espero nada ! E a razão é muito simples, este assunto não interessa a ninguém neste momento.

Quando tivemos a Eco’92 (veja aqui), que para quem não se lembra a Rio+20 tem esse nome, porque sucede a Eco’92, também realizada no Rio vinte anos atrás, o tema era bem diferente, era uma linha muito mais preservacionista, e pouco ou quase nada desenvolvimentista, falava-se ainda em Ecologia, e acho que sequer existia a palavra Sustentabilidade. O tema era a biodiversidade, e a preservação.

Hoje o tema é o desenvolvimento sustentável, que para ser honesto, honesto e duro demais, interessa a bem pouca gente, por isto a Rio+20 caminha para dar em nada.

Vinte anos atrás tínhamos certeza que hoje estaríamos em outro patamar de consciência ecológica, com muitas ações de desenvolvimento sustentável de fato ocorrendo, e com uma educação para a preservação dos recursos naturais muito, mas muito mais evoluídas, infelizmente não estamos como pensávamos, mas, sempre tem um mas, em compensação, esperávamos que o planeta estivésse em estado muito pior do que está, e isto de certa forma freia os ânimos quando o assunto é investimento em sustentabilidade.

Não há hipótese de não investirmos cada vez mais em ações sustentáveis, mas enquanto 78% da população do país sede do que deve ser o maior evento do mundo para se discutir desenvolvimento sustentável, não saber do que se trata o evento ou o tema (veja aqui – a matéria tenta destacar pontos positivos, mas o fato é que 80% dos pesquisados não sabe do que se trata), o problema não ganhará de fato o espaço nas agendas que realmente importam, as agendas dos cidadãos comuns.

Sustentabilidade não é função do Estado, ao menos não só do Estado, e este é o divisor de águas.

Os grandes líderes não virão, os maiores ofensores dos meio ambiente não se comprometerão com nada sério, economias em crise não conseguem achar que o meio ambiente vem antes do seus empregos, ou seja, o Rio será +20 e mais nada.

Espero estar errado…

Um comentário:

MY disse...

Assim: eu acho que a situação seria vista de forma diferente caso o planeta estivesse pior... na verdade o homem está investindo em carro elétrico, energia não poluente etc... só que a China a grande poluidora e uma das bases da pirâmide financeira não aceitará regras impostas por países, ou quebrados, ou endividados, daí a Rio (+)20 pode avançar mais que a Eco 92 porque, naquela época, era algo inimaginável a não utilização de combustível fóssil, isso hoje já é um pequeno avanço, não podemos negar, não é?