Pesquisar neste blog

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

2016 rouba documentos de 2012

20120924-100123.jpgRJ 2016 é acusado de roubar documentos de Londres 2012. Como demorei para trazer o tema para cá, tudo já deve ter sido tido, por isto não vou comentar nada, a opinião é esta mesmo que você deve estar pensando, que vergonha…

Funcionários brasileiros teriam 'roubado' documentos sigilosos de Londres 2012 (Jornal do Brasil)

O jornal The Daily Telegraph, um dos principais do Reino Unido, publica na manhã desta sexta-feira um incidente ao qual chama de "embaraçoso" envolvendo o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e o do Rio de Janeiro 2016. Segundo o diário, funcionários ligados ao Comitê Rio 2016 fizeram o download de documentos sem a autorização enquanto trabalhavam com colegas de Londres 2012 "como parte de um programa olímpico oficial de 'transferência de conhecimento'".

Um porta-voz de Londres 2012 confirmou a história ao diário, dizendo que "alguns documentos foram recebidos sem a nossa permissão". Ele ressaltou, porém, que o "comitê organizador do Rio agiu rapidamente e devolveu os documentos com prontidão".

De acordo com o jornal, o chefe executivo de Londres 2012, Paul Deighton, contatou o Comitê Rio 2016 para pedir a devolução dos arquivos. "A informação roubada", nas palavras do diário, seria referente a "detalhes da estratégia e do plano de segurança" da Olimpíada de 2012, realizada entre 27 de julho e 12 de agosto na capital britânica.

Os funcionários do comitê brasileiro que seriam os responsáveis pelo ocorrido trabalhariam no departamento de tecnologia de Londres. Nove empregados do Rio 2016 teriam perdido seus empregos após "o incidente embaraçoso", conforme define o periódico.

"O roubo pode adicionar um interesse extra ao oficial debriefing de Londres 2012, que acontecerá no Rio de Janeiro em novembro", projeta o diário. O evento reunirá dez dias de apresentações sobre a experiência de sediar os Jogos Olímpicos.

Segundo o site oficial do Comitê Rio 2016, estarão presentes não só os organizadores brasileiros, mas também os responsáveis pela Olimpíada de Inverno Sochi 2014 e Pyeongchang 2018 e os candidatos à organização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2020. O debriefing é parte da estratégia de transferência de conhecimento do Comitê Olímpico Internacional (COI).

Nenhum comentário: