Pesquisar neste blog

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

A maçã da Apple

Neste final de semana conversando em família, nos pusémos a analisar a marca da Apple, a ‘maçã mordida’. Lembrei, e contei-os sobre a maçã colorida que era utilizada no início da empresa, contei também um pouco sobre as idas e vindas de Steve Jobs no comando na empresa, e em como estes movimentos influenciaram demais a história deste ícone do novo século.

Mas senti que não tinha sido suficientes, e como curioso que sou, fui saber mais da marca, e eis que descobri coisas interessantes.

Descobri que a primeira marca, que se vê na figura a cima (foto mais a esquerda), fazia uma referência a Sir Isaac Newton, e da relação deste com a maçã em sua grande descoberta. Fiquei feliz… Já sabia o porque ‘Apple’. Faltava descobrir o porque da mordida, e o que poderia ser uma referência subliminar a tentação que os produtos provocariam em seus clientes, tem apenas duas explicações e nenhuma delas muito glamurosas. A primeira é de que teria relação com “bite” (morder em inglês) devido a semelhança fonética com os Bytes dos computadores, a segunda, diz que a mordida foi necessária para não deixar dúvidas que se tratava de uma maçã, pois devido ao tamanho reduzido do logo em alguns produtos, poderia ser confundido com uma cereja.

Depois de tanta simplicidade, o que fica claro é a relação entre marcas, produtos e as empresas… a empresa traz valor a sua marca, e não o contrário. Fosse a Apple um fracasso, e esta discussão/análise sequer existiria.

E aí Edu, gostou das explicações ??

Nenhum comentário: