Pesquisar neste blog

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Direto do Blog do Dimenstein…É certo mas não é moral.

Notícia dando conta de que Ivete havia recebido R$ 650.000 para fazer um show na inauguração de um hospital público no interior do Ceará causa um debate moral sobre o tema.

Deveria Ivete fazer o show de graça ? Entendo que não, ela vive disto.

Deveria este dinheiro ter sido usado para o Hospital ao invés do show ? Certamente sim.

E o povo ? Gostou do show ? Opa, com certeza…

Logo meus amigos, ou errraram todos juntos ou acertaram todos juntos, rotular um ou outro como culpado seria um erro.

A culpa é da Ivete Sangalo?

Ivete Sangalo virou involuntariamente uma das vítimas de um escândalo: ela ganhou R$ 650 mil para fazer um show na inauguração de um hospital público no interior do Ceará. Obviamente o dinheiro seria melhor aplicado no hospital.

Ela não tem culpa de nada, apenas cobrou seu cachê de mercado --e um governo perdulário pagou, interessado em oferecer circo. Não tem culpa, mas ela vira um dos símbolos daquilo para o que sempre tento chamar atenção: perto do desperdício, devidamente legal, a corrupção é um problema menor.

O fato de ser legal diminui o impacto moral. Mas não o impacto no bolso do contribuinte. Vejam agora com a mudança dos prefeitos quantas obras são descontinuadas, programas suspensos, falta de coordenação entre políticas públicas, inchaço na folha de pagamento, ineficiência dos servidores, obras desnecessárias, lentidão burocrática.

Atentem sobre as verbas de publicidade que são gastas apenas para promover os governantes e são muito, mas muito mais altas do que as gastas com Ivete Sangalo.

E assim vamos: pagando quatro meses do ano de nossos salários para manter os governos.

Um comentário:

MY. disse...

É a famosa política do "pão e circo" minha gente, vem dando certo há tempos!!!