Pesquisar neste blog

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Google powered by Google

Em 2000, passei 10 semanas trabalhando em Dumfermline, próximo a Edinburgo na Escócia. Tantas foram as experiências que pude vivenciar, muitas marcam minha memória até hoje, mas um fato nunca saiu da minha cabeça, uma discussão filosófica na TV inglesa sobre o poder de influenciar o pensamento humano que o Google vinha adiquirindo com o crescimento exponencial de seus usuários.

Naquele tempo a preocupação de que o Google pudesse ser capaz de manipular nosso entendimento sobre qualquer assunto, produto, serviço, pessoa, etc, bastando para isto trazer como resultado das pesquisas conteúdos que interessassem mais a este ou aquele interesse. Profundo, não ?!?! Na minha opinião sim, principalmente em tempos em que o Google é o jardneiro, o cozinheiro, o mecânico e o médico das famílias.

Alguns fatos precisam ser considerados, a saber :

  • É muito simples para o Google manipular este acesso as informações, pois seu mecanismo de busca segue critérios guardados a sete chaves;
  • Se você utiliza serviços do Google, certamente Google já sabe mais sobre você do que você sequer possa sonhar;
  • O Google lê seus emails do Gmail. Basta olhar as propagandas que aparecem ao lado dos emails quando você está lendo, são sempre relacionadas ao assunto do texo.
  • O Google sabe tudo que interessa a você na internet, pois hoje até para acessar sites que sabem o link, usamos o Google.
  • O Google é uma empresa de capital aberto, e portanto serve a interesses de acionistas e não de indivíduos ou grupos. E acionistas, gostam mesmo é de lucros e dividendos.

Desta feita, o limite entre o que é ético e o que é Inteligência de Mercado neste caso é muito, muito tênue. Tão tênue, que doze anos depois do debate na TV escocesa, os americanos estão às vésperas de acusar o Google de ‘legislar’ em causa própria, veja abaixo a matéria da Folha.

Agora, será que cabe uma condenação pela acusação abaixo, ou será que olhando mais de cima tudo o que é produzido pela sabedoria humana, não é em alguma medida motivado pelo benefício de alguma pessoa ou grupo ? Questão difícil, não ?

Antes de formar suas conclusões sobre o tema, saiba que ontem a noite, antes de eu decidir ou não postar este texto, o Google foi absolvido – veja aqui.

EUA podem dizer nesta semana se Google manipulou buscas em seu benefício

DA REUTERS

A Comissão Federal de Comércio americana (FTC, na sigla em inglês) pode tomar uma decisão final nesta semana em relação a uma investigação antitruste contra o Google, noticiou o "Wall Street Journal" citando pessoas familiarizadas com o assunto.

O Google foi acusado de colocar seus próprios produtos no alto de resultados de buscas e de dar aos seus concorrentes uma posição mais baixa. A companhia negou repetidamente qualquer irregularidade.

O jornal disse que a FTC estava perto de concluir a investigação sobre as práticas de pesquisa do Google quando a empresa se ofereceu para fazer mudanças semelhantes às do acordo sobre patentes após comprar a Motorola Mobility.

Nenhum comentário: