Pesquisar neste blog

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Competição versus Sustentabilidade

Estamos na era da competição, todo mundo compete, empresas, produtos, conceitos, idéia, religiões, países, cidades, pessoas, tudo e todos competem. E até aí, aparentemente não há nenhum problema, certo ? Errado !

Errado por vários motivos, a começar pelo sentido natural da competição, que põe por terra o nobre espírito olímpico, uma vez que sinônimos para competir são : brigar, rivalizar, pleitear, litigar, entre outros. Ou seja, somos treinados desde crianças para sermos competitivos, quer dizer, briguentos, ranhentos, reclamões ! E, infelizmente, estes atirbutos não são de pessoas sociais, mas de pessoas egoístas, logo treinar para ser competitivo é treinar o ser individual ao invés do coletivo.

E o que isto tem a ver com sustentabilidade como proposto no título ? Tudo ! Ou pelo menos, bastante, explico :

Sustentabilidade tem várias definições, e eu vou propor aqui apenas mais uma, Sustentabilidade é ser coletivo, é levar o dia a dia de forma mais simples, colaborativa, cooperativa, ou seja, exatamente o oposto do que fazemos e do que a competitividade nos impõem.

Quer outro exemplo? Economia Global e de Escala são armas da competitividade, e inimigas da Sustentabilidade, sabia ? Ou você acha que pode haver algo mais anti-sustentabilidade do que comer um queijo francês no interior de SP ? Imagine você quanto de energia tem que ser gasta para este quejo chegar até lá ? Pois é, enquanto isto fabricantes de queijo da região morrem de fome.

É Global e mostra a força da competitividade e da qualidade de um sobre o outro, mas não é sustentável.

É claro que podemos competir de forma sustentável, mas decidi não explorar esta vertente porque para mim empresas sustentáveis não fazem um mundo sustentável, pessoas sim.

É isto, e muito mais …. Será que este argumento se sustenta ??

Nenhum comentário: