Pesquisar neste blog

terça-feira, 2 de julho de 2013

O poço

O poço.

Enquanto Eike derrete seu sonho de ser o homem mais rico do mundo, abandonando poços nas bacias de exploração pelo pré-sal afora, outros poços começam a ganhar força no cenário nacional.

Há por exemplo um poço valiosíssimo, mas que ninguém sabe onde se encontra. É o poço onde se escondeu Lula.

Há também o poço da oposição, que depois de muito tempo pode olhar para cima e ver luz, apesar de ainda estar no fundo do poço.

Outro não menos importante, é um poço que ainda não tem fundo, o poço da avaliação da Presidenta.

Tem um ‘poção’, que todo mundo sabia que existia mas ninguém dava forma a ele, é o poço de incompetência do nosso legislativo, que foi aventado pelas ruas, e devidamente endossado pelos próprios que agora acham que fazendo em dois meses o que não fizeram em vinte anos vai mudá-los de poço.

Sem falar no poço de incoerência que começa a confrontar o povo, que quer o fim da corrupção, mas não abre mão do gato da TV a cabo.

Ah, tem também o poço sem fundo da nossa balança comercial, quer agora devido ao petróleo, cisma em ficar sempre negativa, no fundo do poço. E olha que já fomos declarados auto-suficientes em petróleo.

Quantos outros poços não mereciam estar aqui, não por nada, apenas por merecimento. Tudo poço do mesmo saco.

Nenhum comentário: