Pesquisar neste blog

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Pop Francisco, quer dizer, Papa Francisco

O Papa vem aí para participar da JMJ – Jornada Mundial da Juventude.
Vem de peito aberto, com segurança reduzida, com o Papa móvel sem blindagem.
Certamente querendo ter com o povo o contato de outros tempos.
Francisco certamente foi escolhido Papa para romper com o status quo e tentar apontar a Nau Católica para rumos com tempos melhores e quem sabe, com mais vento.
Francisco quer simplificar a relação da igreja com os fiéis. Francisco quer menos ostentação. Francisco quer uma administração menos mafiosa no Vaticano.
Mas isto não basta, Francisco quer mais, Francisco quer romper as amarras.
Francisco vai em breve vender bençãos pela internet.
Francisco vai permitir você assistir a missa no horário que melhor lhe convier, via Youtube.
Francisco vai colocar no site para download todas as bençãos.
Francisco vai lançar um aplicativo que permite a você customizar uma celebração de casamento com a história e nome dos noivos, e projetar num telão o casamento customizado sendo celebrado por ele.
Francisco vai permitir visitar o Vaticano via internet.
Francisco vai criar um jogo que permite ao vencedor clicar e ver a fumaçã branca saindo da chaminé, ou a preta caso perda.
E para quem achar que Francisco não será capaz de fazer tudo isto, saiba que na JMJ será ofertada indulgência (um perdão) a todos os participantes, todos mesmo. Não só os que estiverem fisicamente nos eventos, mas também àqueles que acompanharem tudo via Rádio, TV e pasmem via redes sociais, como o Twitter por exemplo.
imageFrancisco inovou, Francisco enxerga longe.
Para saber o efeito desta iniciativa eu publico aqui um recorte da página do Papa no Twitter, mostrando pouco mais de 455.000 seguidores (o perfil é o @pontifex_pt), vamos ver quantos teremos ao final da JMJ.
Mais do que nunca, o Papa é Pop.
Ah, o perfil acima é o perfil onde o Pop, quer dizer o Papa, Twitta em português… há um para cada idioma.

Nenhum comentário: