Pesquisar neste blog

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Quando a piada precisa ser explicada, é porque não teve graça

O PT tenta fazer de conta que a imagem do partido e da presidenta segue inabalada apesar das pesquisas indicarem uma avalanche de descontentes (veja em Dilma e as sopas Campbell). Zé Dirceu, ex-exilado, ex-militante, ex-ministro, ex-presidente de partido e atual condenado pelo mensalão, usando do seu blog se propos a explicar as pesquisas, achei interessante apesar do sabor de explicação de piada.

Direto do Blog do Zé (título que ele mesmo dá ao blog)

Um olhar sobre a pesquisa CNT/MDA

Publicado em 18-Jul-2013

É preciso analisar mais detalhadamente a pesquisa da CNT/MDA. A mídia, com razão, não o fez. Para começar, o PT continua disparado o partido de preferência dos brasileiros, com 22,1%. O segundo colocado, o PSDB, tem 5,6%.

A presidenta Dilma Rousseff está na frente nas intenções de voto no primeiro turno, com 33,4%. Marina Silva (REDE) tem 20,7%; Aécio Neves (PSDB), 15,2%; e Eduardo Campos (PSB), 7,4%.

A mídia escondeu que, no segundo turno, Dilma venceria Marina por 38,2% a 30,5%, com 25,2% de nenhum, branco e nulo. Venceria Aécio por 39,6% a 26,2%, com 28% de nenhum, branco e nulo. E ganharia de Eduardo Campos de 42,1% a 17,7%, com 32,7% de nenhum, branco e nulo.

Ou seja, apesar do alto índice de nenhum, branco e nulo, Dilma vence sempre no segundo turno.

Marina ganharia de Aécio por 35,6% a 23,3%, com 32,4% de nenhum, branco e nulo. E também de Eduardo Campos, por 40,5% a 15,1%, com 34,1% de nenhum, branco e nulo.

Aécio só vence Eduardo Campos (29,7% a 16,4%), com 42% de nenhum, branco e nulo.

Certeza do voto e rejeição

Mas quando vamos ver a certeza desse voto, o chamado limite, uma surpresa: votariam com certeza em Dilma 20,5%; em Aécio, 5,9%; em Marina, 9,5%; em Campos, 2,8%.

E 44,7% não votariam em Dilma; 36% em Aécio; 31,5% em Marina; e 31,9% em Campos. Poderiam votar 30,7% em Dilma; 35,4% em Aécio; 43,7% em Marina; e 27,1% em Campos.

Dilma é desconhecida por 1,2%; Aécio, por 19,8%; Marina, por 12,7%; e Campos, ainda desconhecido do eleitorado, por 35,5%.

Note que Dilma tem 20,5% de votos firmes, apesar dos 44,7% de rejeição, alta em Aécio também (36%) e mesmo em Marina e Campos, na faixa dos 31%.

Expectativas

Se é fato que 29,5% dão uma nota ruim e péssima para o governo, também é fato que 70% dão uma nota ótima (6,8%), boa (24,5%) ou regular (38,7%). Chama a atenção que essa é avaliação média dos governadores e prefeitos, também conforme a pesquisa.

A expectativa dos brasileiros com relação a emprego, renda, saúde e educação não sofreu grandes alterações. Exceção é em relação à fatia dos que acreditam que o emprego vai piorar, que passou de 11,5% para 20,4%.

Melhorou um pouco com relação à saúde e se manteve no que ser refere a educação e renda. Tudo isso entre junho e julho de 2013.

Sobre as manifestações nas ruas, 84,3% dos brasileiros aprovam os protestos, 11,9% diz que participaram, 29,6% que podem participar e 58% que não participaram e nem têm a intenção de participar.

Em relação ao alvo dos protestos, 49,7% apontam os políticos em geral; 21% dizem ser o sistema político; e 15,9%, a Presidência da República.

Apoio ao plebiscito

A pesquisa mostra que 67,9% dos brasileiros apoiam o plebiscito proposto pela presidenta para a reforma política.  

Sobre a atuação da polícia, 53,3% consideram normal, e 35,7% acham agressiva.

Em relação à vinda de médicos estrangeiros, 49,7% são favoráveis e 47,4% contrários.

Consulte você mesmo a pesquisa, que dá outras informações sobre o papel das redes e a avaliação sobre os serviços públicos. Clique aqui para ver.

Nenhum comentário: